Mesmo diante das dificuldades econômicas que o país atravessa, a direção do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul negociou na General Motors/São Caetano, acordo de Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) referente a 2018 que, caso alcance 120% das metas terá um prêmio para cada empregado da empresa no valor de R$ 14,7 mil.

Pelo acordo negociado pelo sindicato e aprovado na última sexta-feira (30/11), por ampla maioria dos trabalhadores da GM, reunidos em assembléia, a remuneração a ser paga tem por base um Plano de Metas relacionado à produção, qualidade e absenteísmo. Caso as metas venham a ser alcançadas até 100%, o valor a ser pago será de R$ 12.248,40. Atingido os 120%, o valor será de R$ 14.698, a ser pago em 15 de janeiro de 2019. Cumpre ressaltar que a primeira parcela da PLR, no valor de R$ 7,144,90, foi paga em 20 abril de 2018.

Segundo o presidente do Sindicato, Aparecido Inácio da Silva, o Cidão, apesar de ter sido uma negociação difícil, o sindicato não abriu mão de negociar um valor que fosse condizente com o que os trabalhadores estavam reivindicando e ainda em conformidade com as condições de trabalho e o esforço da cada um. “Desde o início sabíamos que não seria uma negociação fácil. Aliás, nunca foi. Ainda mais agora, com todas as dificuldades em função da crise econômica. Porém, nós do sindicato que representamos uma categoria profissional de luta, consciente do que entende ser um direito seu, o resultado não poderia ser inferior a este, nem em bases irrealistas quanto às metas”, afirmou Cidão.

Ressalte-se ainda que o pagamento da segunda e última parcela da PLR pela GM injeta na economia local e nacional vários milhões de reais. O que contribui para aquecer o consumo e pôr a economia para girar.

São Caetano do Sul, 04 de dezembro de 2018.

Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Metalúrgicos de S. C. do Sul.