Vai até 15 de fevereiro, de segunda a sexta, das 9 às 16h, a Exposição Fotográfica “86 Anos de Lutas e Conquistas” na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Rua Galvão Bueno, 782, Liberdade.A abertura desta ação cultural ocorreu nesta quinta, 17 de janeiro, com um expressivo público formado por trabalhadores metalúrgicos, dirigentes sindicais, estudantes, aposentados, líderes políticos, jornalistas da mídia alternativa e fotógrafos.

O presidente do Sindicato, Miguel Torres, conduziu uma homenagem a todos os trabalhadores e dirigentes metalúrgicos que construíram esta história de 86 anos e lembrou importantes conquistas do movimento sindical para a classe trabalhadora como o 13º salário e a redução da jornada de trabalho.

“Resgatar a história do Sindicato, desde quando foi fundado em 27 de dezembro de 1932, e do movimento sindical é fundamental para mostrar que as lutas do passado foram importantes para as conquistas de direitos que atualmente estão sob ameaça de serem extintos”, diz Miguel Torres, que também preside a Força Sindical e a CNTM (Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos).

Fatos históricos – Em 17 de janeiro de 1976, o metalúrgico Manoel Fiel Filho foi morto pela ditadura militar. Em sua homenagem, o Sindicato também celebra nesta data o Dia do Delegado Sindical Metalúrgico.

Entre as fotos expostas, há uma imagem de Manoel Fiel Filho, com o telegrama de protesto do Sindicato enviado ao governo militar exigindo apuração dos fatos e punição aos culpados.

As 86 fotos em exposição retratam também greves, assembleias, mobilizações, eventos históricos e a construção do patrimônio da categoria metalúrgica. Vale a pena visitar o Sindicato e conferir.

Exposição: de segunda a sexta, das 9h às 16h, até 15 de fevereiro de 2019. Entrada gratuita. Local: sede do Sindicato (Rua Galvão Bueno, 782, Liberdade, São Paulo).