Osasco, 18 de maio de 2017

 

É preciso dizer – por mais que pareça redundante – que todas as acusações que vieram a público na noite desta quarta-feira, 17, são graves e inaceitáveis.

Frente a gravidade das denúncias divulgadas pelo jornal O Globo em relação ao presidente Michel Temer, precisamos da mais urgente e séria liberação de todas as provas que as sustentem. Precisamos que sejam devidamente explicadas e que a Justiça e atitudes consequentes prevaleçam em primeiro lugar, como premissa indispensável.

Diante de tudo isso, não vemos outro caminho, senão pedir a renúncia do presidente Michel Temer e a convocação de eleições diretas, já. O Brasil, os mais de 14 milhões de desempregados, a economia, não aguentam mais um processo de impeachment. É fundamental dar ao povo a possibilidade de, numa eleição direta, definir seu novo presidente e ajudar a virar essa página de horror e corrupção.

Entendemos como muito grave o momento que o país passa, a cada dia piorado, e que é necessária unidade dos esforços de todos os brasileiros para dar um basta e construir o fortalecimento de nosso sistema político sobre novas bases.

A hora é de defesa da Democracia, da Justiça Social e de respeito aos brasileiros. Por isso, convocamos a todos ao ato unificado, que precisa reunir todas as forças sociais, que acontece neste domingo, 21, às 15h, na Avenida Paulista, e a ocupar Brasília, na quarta-feira, 24. Defendemos a luta por um Brasil melhor, de todos.

Diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região