Em assembleia realizada hoje (23/9), às 7h30, pela diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba, com os trabalhadores da Dedini, por meio de votação secreta, decidiu-se o encerramento da greve, iniciada ontem 22 de setembro, em que mais de 1000 funcionários reivindicavam o pagamento da PLR – Participação nos Lucros e/ou Resultados.

Mediante a apuração dos votos, os trabalhadores aceitaram a proposta a ser paga no valor de R$ 3.500, sendo a primeira parcela de R$ 300 a ser paga em (30/9), R$ 200 em (10/10), R$ 1.500 em (20/10) e para 20 de março de 2015 a segunda parcela no valor de R$ 1.500.

Segundo João Carlos Ribeiro, Jipe, diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba, “após várias rodadas de negociação, conseguimos manter a PLR dos trabalhadores”, comentou.

O Sindicato procura estar sempre atento quando ao acordo de PLR. De acordo com José Florêncio, Bahia, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba, “A PLR hoje é um dos benefícios mais desejados e aguardados pelos trabalhadores, reforça o orçamento familiar, proporcionando mais acesso à educação, saúde, vestuário, transporte, moradia, alimentação, dentre tantos outros itens que constituem nossa vida”, destacou.